sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

A "Passagem" da Vida

Uepá! Eis que mais um ano chega ao fim, ainda foi no outro dia que eu escrevi aqui um post sobre como tinha sido a passagem de 2006 para 2007 e agora vejo-me a escrever acerca da passagem do ano seguinte.
Como tem vindo a ser costume nos últimos anos, estes dias de festa são reservados para ir para fora, apanhar outros ares. Se o Natal é dedicado à família, o Ano Novo passa-se por norma com os amigos. Vieira de Leiria vai acolher outra vez cerca de vinte marmanjos bem dispostos e com vontade de se divertirem bastante e deixar para trás das costas as responsabilidades e tudo aquilo que faz parte do dia-a-dia aqui na "cidade". Muito futebol para o Bruno "ser o primeiro que eu escolhi", muitos passeios à beira-mar, muitas roturas e distensões nos polegares a jogar PlayStation. A diversão, essa, está garantida. A fasquia está elevada porque a passagem do ano passado foi das melhores, senão a melhor, até hoje. Mas claro que vou precavido de que este ano tal pode não acontecer.

É sempre bom chegar ao fim de um ano civil e ver o que de bom/mau se passou nas nossas vidas, objectivos alcançados, reflexão sobre erros cometidos, o que há a melhorar no futuro e traçar novos caminhos e desejos para 2008... Este ano acabar "passar a perna" à Matemática e terminar o ensino secundário e consequentemente entrar na faculdade foi a maior vitória que tenho a festejar. E agradeço a todos aqueles que acreditaram em mim, ás vezes até mais do que eu próprio, porque no fim de tudo eles tiveram razão: foi mais fácil eu entrar para a faculdade do que pensava. A Deus agradeço tudo aquilo que Ele coloca perante os meus olhos.
Para 2008 eu vou desejar aquilo que todos nós simples mortais e bons de coração pedimos: um pouco mais de respeito por este mundo desenfreado, porque afinal de contas, como dizia uma mulher ha uns tempos atrás na caioneta, nele só estamos de passagem. Que essa passagem seja suficientemente esclarecida para nos destacar dos demais, para que a nossa conduta seja um exemplo para os outros. Votos de um óptimo Ano de 2008 pleno de confiança e realizações e que seja uma grande festa, atenção aos excessos.