quinta-feira, 19 de março de 2009

Bola prá frente...

Quando os conflitos "profissionais" surgem (profissionais entre aspas porque ainda não os tenho no exercício de uma profissão) é sempre aconselhável agir da melhor forma possível para que eventuais relacionamentos que possam subsistir daí para a frente não sofram recaídas, as famosas "indirectas" ou até mesmo um colapso total.
Hoje foi o dia do primeiro conflito do semestre, por diversas razões. Ocorreu uma "ruptura do grupo", fazendo minhas as palavras que o professor disse quando fui falar com e expôr a situação. Dois elementos trabalham para si, ignorando os outros dois elementos.
Não há crise. Um pouco de determinação e frontalidade foi o que bastou para formar não um novo grupo mas um par com a minha colega. É o voltar à estaca zero depois de termos feito quase metade do trabalho enquanto grupo, mas as coisas andam a correr bem e acredito que o produto final ficará muito bom. Agora respira-se fresh air, estão a ver?