sábado, 7 de novembro de 2009

Sportingue

Por este dias, o meu acérrimo benfiquismo não é suficiente para deixar de ter uma certa solidariedade em relação ao momento delicado que o "rival" Sporting está a passar. A verdade é que, embora fique deliciado a vê-los lutar pelo melhor lugar no meio da tabela, a contestação que dirigentes e (ex) treinador têm sofrido ultimamente, tem ultrapassado os limites. É a polícia que tem que andar bem armada para impedir a invasão das instalações por parte dos adeptos mais enfurecidos, é o presidente que deu força a um treinador que não tinha condições para continuar à muito tempo, o mesmo presidente que ainda ontem quase chegou a vias de facto com um adepto. Quando o presidente foi eleito, disse "Paulo Bento forever". Quando Paulo Bento demitiu-se perguntaram-lhe de quem tinha partido a decisão de rescindir contrato, se do presidente, se do treinador. A isto, Bettencourt respondeu: "Comigo, Paulo Bento never."
O campeonato fica mais pobre. Já não vai haver tanta tranquilidade, e o nome do Sportingue tão depressa não será dito da mesma forma que Paulo Bento dizia Sportingue.
Para finalizar, recordemos então as preces do rapper Valete, feitas através de uma música dedicada ao Sporting em 2008 e que finalmente viu atendidas...