terça-feira, 4 de agosto de 2009

À prova de CO2

2ª feira à noite foi a despedida da bola com os amigos à noite, pois para a semana vou proceder à expansão para... o futebol de 11! Aproveitei ainda para dar início à preparação pessoal (chamemos-lhe assim) para que os treinos que aí vêm, entrem no "cabedal" de uma maneira mais soft.
Seguindo o plano, que por acaso nem sequer existe, hoje foi dia de passeio de bicicleta. Para aproveitar o Sol, para aproveitar o último dia de folga e, claro está, para fazer mais um pouco de exercício físico. À um bom tempo que não dava uma passeata de bicicleta e sinal disso mesmo era a notória falta de óleo na bicicleta que tive de repôr antes de sair de casa. De vez em quando gosto de andar de bicicleta, embora Portugal não esteja de todo equipado para carros e bicicletas co-habitarem. Nem mesmo com aquelas diminutas ciclovias que aqui e ali vão aparecendo, só para "inglês ver". E se as marcas de automóveis dizem que têm feito progressos no que diz respeito à emissão de CO2, deixem-me dar a triste notícia de que isso pode ser tudo muito bonito e verde, mas a verdade é que não se nota nada. Ao beber àgua, a garganta parece ter um tampo que só abre quando circula água.